Páginas

24 de mar de 2014

Pastor Paul Washer afirma que Deus abomina o pecado e o pecador

Noticia Gospel Pastor Paul Washer afirma que Deus abomina o pecado e o pecador
Durante o carnaval aconteceu em Campina Grande (PB), o 16° Encontro para a Consciência Cristã. O evento teve como um de seus principais preletores o pastor e missionário norte-americano Paul Washer, que falou sobre a visão de Deus a respeito do pecado e do pecador.

Em sua pregação, Washer prendeu a atenção do público presente na Representação do Tabernáculo Bíblico, e em uma de suas frases mais contundentes durante sua fala afirmou que quem vive um cristianismo superficial, carrega sobre si a ira de Deus.

- Ele Deus é amor, e isso é inegável. Mas Deus não é apenas amor. Ele é justiça e santidade! Por Ele ser santo, odeia o pecado; e por ser justo, Ele julgará os pecadores! – afirmou o pastor.

- Se você vive um cristianismo superficial, a ira de Deus está queimando sobre você! – completou Paul Washer.

Igor Sabino, membro da Igreja Presbiteriana de Campina Grande e colunista do Gospel+, comentou sobre a participação de Washer no evento afirmando ter visto nele um “verdadeiro profeta da nossa geração, que abre a boca não para relatar sonhos e visões mentirosas a fim de enganar multidões, mas que abria a Bíblia para anunciar a graça e juízo de Deus sobre os pecadores”.

- Sinceramente nunca me esquecerei do que ouvi, e ainda hoje ao lembrar, as lágrimas correm pelo meu rosto. O Paul me lembrou o quanto meu coração é depravado e imundo, o quanto eu sou falho e mesmo após a salvação preciso da graça de Deus para ser santo e vencer o pecado – afirmou Sabino, ao descrever a pregação de Washer.

- Como disse ele, às vezes é preciso que Deus dê um “pé na bunda” de seus filhos e os impeça de seguir seus próprios caminhos. Foi exatamente assim que me senti. Foi como se Deus me dissesse: “Já basta! Eu sei o que está por trás do seu extremismo, do seu aparente zelo por mim. Eu conheço o seu coração e vejo suas motivações erradas, o orgulho, a presunção. Mas está na hora de você cair do cavalo. Se eu te ofereci graça, porque você quer oferecer a Lei aos outros?” – completou.

Segundo Igor Sabino, além da sua pregação contundente Paul Washer demonstrou também nos bastidores do evento “o temor e tremor que ele sentia antes de pregar”, e também se mostrou um homem simples, desapegado aos bens materiais e ao luxo.

- Eu não choro porque não tenho coisas. Eu choro porque não sou como Jesus – afirmou o pastor em algumas ocasiões durante o evento.

Fonte: Com Informações de Gospel Mais | Divulgação: Noticias Gospel

Continue lendo >>

Pastor proíbe mulheres de usarem roupas íntimas durante os cultos.

As doutrinas evangélicas Pentecostais têm se aproximado cada vez mais da bizarrice: em Nairóni, Quênia, um pastor proibiu as mulheres que frequentam sua igreja de usarem roupas íntimas durante os cultos.

A ordem do pastor veio acompanhada do argumento de que, sem calcinhas, elas poderiam sentir-se mais próximas de Deus. Esse modo estranho de se aproximar de Deus se assemelha à estratégia do pastor sul-africano que mandou os fiéis comerem grama durante o culto.

O pastor Njohi, líder da Lord’s Propeller Redemption Church, em Nairobi, acredita que se as mulheres estiverem sem sutiã e calcinhas, poderiam ficar livres em sua “mente e corpo” e tornar o contato espiritual mais simples.

Segundo o site inglês Metro, “estranhamente o pastor não ordenou aos homens que fossem sem cuecas ao culto”.

Para fazer valer sua ordem, o pastor frisou que as mulheres seriam punidas caso não aderissem à nova regra. Aparentemente a nova doutrina foi acatada, porque a maioria das mulheres que frequentam a igreja diziam ter atendido o pedido do pastor.

Fonte: Com Informações de Gospel Mais | Divulgação: Noticias Gospel

Continue lendo >>