Páginas

2 de ago de 2013

Pastor circuncida fieis com tesouras na Costa Rica e é preso

iglesia de dios evangelio completoUm pastor de uma igreja evangélica da Costa Rica que enfrenta denúncias de abuso sexual e de circuncidar fieis com tesoura foi preso nesta quinta-feira. (25 de julho de 2013).

 O pastor de sobrenome Guitérrez está detido na comunidade de Santa Cruz, província de Guanacaste, a cerca de 280 kilometros a oeste de São José. Ele deve ser indagado hoje pelas autoridades.

De acordo com os jornais locais, o pastor teria abusado sexualmente de pelo menos quatro pessoas da Igreja de Deus Evangelho Completo. Uma das vítimas é menor de idade.

As testemunhas afirmam que o pastor alegava querer expulsar demônios do corpo delas através de unção de seus genitais.

Um homem afirmou que teve seu órgão sexual mutilado durante uma circuncisão feita pelo pastor. O religioso usou tesouras, analgésicos e gaze.

"Ele anestesiou minha genitália e, utilizando tesouras, fez dois cortes no meu prepúcio, o que provocou muito sangramento, depois fez um curativo com uma gaze", declarou Arroliga ao Diario Extra.
Segundo o supervisor nacional da igreja evangélica, o suposto pastor foi suspenso de suas atividades.

“Quando recebemos as denúncias conversamos com ele e ele nos assegurou que a um deles ele havia feito uma circuncisão sem ser médico, aparentando tranquilidade. Estava atuando fora dos princípios que nos regem e não vamos tolerar isso, tomamos a decisão de suspendê-lo.”

O caso está sendo investigado pelas autoridades e o pastor pode ser acusado por abuso sexual e lesão corporal.

Fonte:  http://portugues.christianpost.com/

Continue lendo >>

Pregadores cristãos são agredidos em evento do Orgulho Gay nos EUA

http://images.christianpost.com/portugues/full/55984/orgulho-gay.jpg?w=313&h=175&l=50&t=40Dois pregadores cristãos foram agredidos em evento do Orgulho Gay, em Seattle, no estado de Washington, na costa oeste dos Estados Unidos (EUA), no domingo (30). Eles foram para as ruas hasteando cartazes com os seguintes dizeres: “arrependa-se, ou então” [tradução do inglês: repent or else] e “Jesus salva do pecado” [tradução do inglês: Jesus saves from sin]. A multidão teria ficado revoltada quando um dos pregadores disse: “arrependa-se ou vá para o inferno”.

 Dois participantes deram socos e pontapés nos dois ativistas contra a homossexualidade. A violência foi registrada em um vídeo, que serve agora como prova do caso. Os agressores devem responder por agressão e contravenção.

Um dos suspeitos, Jason Queree, 36 anos, que aparece na gravação dando golpes no pregador de rua na parte de trás da cabeça, enquanto ele está no chão, já foi preso 29 vezes desde 1995.

Um dos pregadores, Ruben Israel, que é membro do grupo Bible Believers, afirma que é comum esse tipo de ataque. Ele lembra que manifestantes gays já tentaram incendiar uma Bíblia em Chicago e que, em outro caso, no estado americano do Novo México (NM), até a polícia foi atacada ao defender os pregadores. Ele disse que mais ataques físicos, como o de Settle, devem acontecer.

“Nós não somos inimigos [...] Isso não tem nada a ver com ódio e sim com compartilhar o Evangelho”, completa o cristão.
Ruben Israel reflete: “[A comunidade LGBT] acredita que eles têm a lei por trás deles. Se você não concordar com eles, você está errado. [...] Eles nos [evangélicos] atacam na presença da polícia e eles nos atacam na frente de uma câmera de vídeo”, conclui.

Fonte: http://portugues.christianpost.com/

Continue lendo >>