Páginas

24 de set de 2012

Lei Exige Pagamento de direitos autorais sobre músicas executadas nas igrejas

Notícias Gospel Lei Exige Pagamento de direitos autorais sobre músicas executadas nas igrejas | Noticia Evangélica Gospel
De acordo com a Lei Federal 9.610/1998, é necessário obter permissão do proprietário antes de imprimir, arranjar, projetar ou reproduzir qualquer música. Logo, para utilizá-las da maneira correta, seria necessário entrar em contato com todos os proprietários das músicas utilizadas em sua igreja.
 Por esta razão, a CCLI (Christian Copyright Licencing, Inc) entidade que trabalha com o licenciamento de direitos autorais relacionados com igrejas e músicos cristãos criou a Licença de Direitos Autorais. Em outras palavras, músicas de artistas gospel, por exemplo, que são comumente executadas em igrejas evangélicas devem ser taxadas, pois pertencem à quem as registrou.

Apesar de a CCLI já atuar no Brasil desde 2008, os questionamentos em torno de seu trabalho tomaram grandes proporções depois que o bispo Walter McAlister, líder da Aliança das Igrejas Cristãs Nova Vida, trouxe a público seu descontentamento com uma carta da entidade que sua igreja recebeu alertando sobre a sua regularização quanto ao pagamento de direitos autorais, que deveria ser feito através da entidade. O mesmo diz compreender as questões autorais, mas questiona se as igrejas são instituições com fins lucrativas, pois, segundo ele, neste caso a cobrança seria justa:

"Igreja é um empreendimento com fins lucrativos? Não – segundo a definição do próprio Estado brasileiro. Ela goza de certos privilégios, na compreensão de que a sua atividade é religiosa, devota e piedosa e, sendo assim, sem fins lucrativos. Que muitos “lucram” em nome da Igreja ninguém duvida. Mas, em termos estritamente definidos pela legislação, não é um empreendimento que tenha como finalidade o lucro." ( Bispo Walter McAlister)

Gerou-se então uma grande polêmica a respeito do fato em que as igrejas terias que pagar para executar músicas dos chamados artistas gospel nos seus templos. Muitos defendem que as igrejas voltem a se restringir às músicas dos hinários harpa cristã e cantor cristão, que não são de artistas.

Nessa tabela A CCLI especifica valores que são cobrados pelos serviços de acordo com a quantidade de membros que as igrejas possuem:



A CCLI buscou esclarecer no seu site a situação, explicando que essa seria solução fácil e acessível para que as igrejas possam reproduzir, arranjar e gravar músicas do jeito certo e sem ter que se preocupar em obter uma autorização de uso de cada um dos autores das músicas utilizadas. Veja esse vídeo:
CCLI | Licença de Direitos Autorais

McAlister publicou também em sua página no Facebook uma cópia da carta recebida da CCLI, que informa que os valores a serem pagos pela entidade devem ser calculados pelo número de pessoas presentes regularmente no culto das igrejas:



Fonte: Gospel Mais e CCLI | Divulgação: Midia Gospel,

Continue lendo >>

21 de set de 2012

Pr chileno diz que processará a Deus por causa dos terremotos, tsunamis, em nome de Jesus

Notícias Gospel Pastor chileno diz que processará a Deus por causa dos terremotos, tsunamis, em nome de Jesus | Noticia Evangélica Gospel Um pastor chileno e seus apoiadores prometeram recentemente abrir um processo contra Deus por causa de Suas punições pelos pecados tais como “terremotos, tsunamis, pragas e doenças”.

O pastor Gustavo Vergara, um membro da Igreja Community Church, em Santiago, capital do Chile, disse que o processo é diretamente contra o deus “homofóbico, misógino, briguento e exclusivo”, de acordo com o jornal chileno Las Ultimas Noticias.

Vergara, que também é membro de um clube de motociclistas cristãos chamado Centuriões de Cristo, disse que eles irão apelar para a lei de anti-discriminação, que foi introduzida há algumas semanas no país.

Entretanto, como Deus não pode comparecer à corte, o pastor afirma que a ação será movida contra o deus que existe na “alma da maioria dos representantes da igreja evangélica no Chile”.

“Como Deus (...) não pode ser encontrado para comparecer [na corte], iremos citar aqueles que representam esse deus aqui na terra”, disse Vergara, referindo-se aos pastores da congregação.

“E isso estará representando Jesus, como se Ele estivesse reclamando a um Deus que está assumindo ser Seu pai, mas que Ele não o conhece”, acrescentou.

Esta não é a primeira vez que Deus é processado. Em 2007, Ernie Chambers, o Senador do Estado de Nebraska, nos Estados Unidos, processou a divindade acusando-o de causar “desastres devastadores” no mundo, alegando que isso resultou em mortes e destruições sem piedade.

Chambers pediu na ação por uma “injunção permanente ordenando o Réu a cessar certas atividades prejudiciais e de fazer ameaças terroristas”.

Fonte: Christian Post | Divulgação: Midia Gospel

Continue lendo >>

Mais uma fraude gnóstica colocada em evidência

NOTICIAS GOSPEL Mais uma fraude gnóstica colocada em evidência Evangélica GospelOntem, mais uma fraude gnóstica celebrada por teólogos liberais militantes ganhou repercussão na mídia internacional. Trata-se da divulgação de um papiro copta, datado do quarto século d.C., que poderia estar sugerindo – como outras obras gnósticas do segundo século – que Jesus foi casado. 

O texto apócrifo, composto por oito linhas, está todo fragmentado, o que dificulta qualquer tentativa de interpretação, como destaca a própria porta-voz da descoberta, a historiadora e cientista da religião Karen Leigh King, da Universidade de Harvard, nos EUA. Ela, porém, que é defensora do Jesus casado do gnosticismo, enfatiza os dizeres da quarta linha, na qual se lê apenas “Jesus disse a eles: Minha mulher”, sendo que a continuação não pode ser lida. Na linha seguinte, já se lê: “Ela estará preparada para ser minha discípula”.

Como afirma André Chevitarese, professor do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em matéria no site da revista Veja sobre a descoberta do referido papiro, “usar esse fragmento para dizer que Jesus era casado é sensacionalismo. Seria fazer algo parecido com o que Dan Brown fez em ‘O Código Da Vinci’, onde usou trechos do Evangelho de Felipe em copta para dizer que Jesus beijou Maria Madalena. De novo, esse evangelho diz mais sobre as vivências dessa comunidade do que sobre o Jesus real”.

Karen Leigh King, 58 anos, é discípula do teólogo da libertação norte-americano Harvey Cox, propugnadora da teologia feminista nos EUA e membro do grupo Seminário de Jesus, criado em 1985 tendo como objetivo desconstruir o Jesus da Bíblia, defendendo que os Evangelhos devem ser vistos como cheios de invenções sobre a vida de Jesus; que os milagres de Jesus nunca ocorreram porque milagres não podem acontecer; que Jesus nunca ressuscitou; que foi casado com Maria Madalena, com base nos evangelhos gnósticos; que era filho de um adultério de Maria com um soldado romano; e que os evangelhos gnósticos são mais importantes do que os relatos canônicos. Ora, os evangelhos gnósticos são fraudes criadas pelos gnósticos a partir do segundo século da Era Cristã para enganar os cristãos, mas que foram denunciadas ainda em seu nascedouro por Pais da Igreja, como o bispo Irineu de Lyon (130-202dC).

Mais recentemente, em 2004, os militantes do Seminário de Jesus enfatizaram o chamado “Evangelho de Judas”, outro texto gnóstico, escrito aproximadamente em 180 d.C., e que é uma das fraudes gnósticas denunciadas nominalmente por Irineu em sua clássica obra “Contra as Heresias”.

“Eles produzem uma dessas histórias fictícias, a qual chamam de ‘Evangelho de Judas’”, escreveu Irineu no segundo século d.C. Lembrando ainda que Irineu aprendeu aos pés de Policarpo, que por sua vez foi discípulo direto do apóstolo João, um dos doze apóstolos de Cristo.

Os gnósticos eram uma corrente filosófica forte nos primeiros séculos da Era Cristã, mas que não tinha o apoio nem do judaísmo nem do cristianismo. Suas crenças não têm base bíblica, nem no Antigo nem no Novo Testamento. Essa seita caracterizava-se por misturar os ensinos cristãos com filosofias pagãs e tradições judaicas. Os apóstolos Paulo e João lutaram contra esse movimento. Escrevendo sobre os gnósticos, Paulo afirma: “Tende cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo e não segundo Cristo” (Colossenses 2.8). O motivo de sua preocupação, afirma ele, era “para que ninguém vos engane com palavras persuasivas”.

Os gnósticos são assim chamados porque seu objetivo, segundo afirmavam, era a “gnosis”, isto é, o conhecimento. Eles criam na salvação pelo conhecimento. Os gnósticos adotavam conhecimentos místicos com forte influência da doutrina pitagórica, do platonismo, do Culto de Mitras (mitraísmo) e até mesmo de ensinamentos oriundos do Antigo Egito e da Mesopotâmia (zoroastrismo e mazdeísmo).

Os gnósticos criam que o conhecimento, que denominavam de “gnosis”, podia ser adquirido por meio de transes, quando “o espírito fica livre para circular pelas diversas esferas, assim como pelos sonhos”. Eles criam que o mundo material e o corpo humano foram criados por espíritos inferiores ou até mesmo diabólicos, por isso só a busca por uma sabedoria esotérica ajudaria alguns a libertar-se da “escravidão do corpo”. Por isso, os gnósticos criam que Jesus não era Deus feito carne, mas um espírito possuindo um corpo.

Para sustentar seus ensinos e ganhar apoio entre cristãos, os gnósticos escreveram algumas fraudes, como o Evangelho de Maria, sobre Maria Madalena; e o Evangelho de Pedro, todos rejeitados pela Igreja Primitiva. Eles tentavam vender esses livros como escritos do primeiro século, quando, como se sabe, são obras produzidas no segundo, terceiro e quarto séculos. Na época, quase ninguém caiu nessa história, tendo essas fraudes e seus criadores sido facilmente identificados ainda em seus dias, e suas criações sido solenemente desprezadas pelos cristãos daquele período. Essas fraudes sequer chegaram a ter uma pequena aceitação entre os cristãos.

Diferentemente desses evangelhos apócrifos, confeccionados pelos gnósticos no segundo, terceiro e quarto séculos, os quatro Evangelhos – Mateus, Marcos, Lucas e João – foram escritos ainda no primeiro século, sendo que dois deles foram escritos por dois dos 12 apóstolos de Cristo (caso de Mateus e João) e um outro foi redigido conforme os relatos ditados pelo apóstolo Pedro (caso do Evangelho de Marcos, o mais antigo dos quatro). Lembrando ainda que quando os Evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas já circulavam, o apóstolo João ainda era vivo. Por essa razão, esses foram os únicos Evangelhos aceitos pela Igreja Primitiva como fidedignos. Irineu, de quem já falamos (que aprendeu de Policarpo, que por sua vez aprendeu aos pés de um dos quatro evangelistas – João), cita os quatro como os únicos verdadeiros. Ele os chama, em sua obra “Contra as Heresias”, de “Evangelho Tetramorphon”, ou seja, o Evangelho tetramórfico ou quádruplo.

Por sua vez, Orígenes (185-254dC), o mais destacado exegeta bíblico da Igreja Primitiva grega, afirmou que Mateus, Marcos, João e Lucas eram os únicos Evangelhos verdadeiros e escritos “pela inspiração do Espírito Santo”. Ele ainda acrescenta que estes eram os únicos Evangelhos que, em sua época (o terceiro século), eram aceitos por todos. Irineu afirmara o mesmo no segundo século.

O papiro em evidência hoje é só mais uma tentativa da velha militância do liberalismo teológico de tentar seduzir as pessoas incautas a não crerem no que a Bíblia diz. Felizmente, será em vão, mais uma vez.

Fonte: CpadNews | Divulgação: Midia Gospel

Continue lendo >>

Pai diz que Deus mandou matar a filha de 8 anos

Wanderson Cravo Vaz, o Naninho, 31 anos, afirmou que não está arrependido de ter assassinado a própria filha. Em entrevista ele afirmou que havia feito a 'vontade de Deus’ . O assassinato aconteceu domingo (16/09), em Cariacica, Grande Vitória (Espírito Santo).

A pequena Layza Rocha Vaz, 8 anos, foi morta a golpes de faca pelo próprio pai. A mãe, Elaine Rocha, 26 anos, e os três irmãos foram medicados para conseguir acompanhar o sepultamento, que aconteceu segunda-feira (17).


  O pai da criança, Wanderson Cravo Vaz, 31, foi encaminhado, para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Viana. A Escola de Ensino Fundamental Zaíra Manhães de Andrade, onde Layza estudava o 3º ano, prestou uma homenagem à menina com uma faixa no portão principal da escola. “A Layza estudava aqui desde o 1º ano. Ela era uma criança muito carinhosa, esperta e carismática. Todos os dias, na hora da saída, dava um beijo na professora e depois no diretor. Suspendemos as aulas porque o clima era de imensa tristeza entre funcionários e os poucos alunos que compareceram”, observou a coordenadora, Elizabeth Santana.

A coordenadora contou que a mãe de Layza estava sempre em contato com a escola, ia buscá-la e andava constantemente acompanhada dos filhos. Para uma vizinha da família de Layza, o que aconteceu foi um absurdo. “Isso não é um pai e não é coisa de Deus. Até meus filhos que brincavam com ela ficaram assustados”, disse a moradora Elizabete Pimentel, 25 anos.

Família

Visivelmente atordoada e sob efeitos de calmantes, Elaine Rocha, 26 anos, ainda não consegue crer que enterrou a filha Layza, 8 anos. Segundo ela, a menina era a filha preferida do pai e autor do crime, Wanderson. Elaine disse que os outros filhos de 11, 6 e 3 anos perguntaram pelo pai. Ela não sabe por que o marido matou a filha. “Ela era a preferida dele, a mais apegada. Mas com todos era brincalhão e amável. Os menores dormiam encostados no colo dele. Não estou ainda dentro da realidade. Não sei como vai ser minha vida daqui para sempre”, comentou.

G1|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>

20 de set de 2012

Internauta revela suposta mensagem satânica nos telefones Android

Um vídeo postado no YouTube, mostra uma suposta mensagem 'satânica' que aparece em celulares com o sistema operacional Android. Um site chamado "Mundodesconocido.es" garante que todos os telefones com o sistema operacional Android contém essas mensagens 'satânicas' escondidas.


Com um Samsung Galaxy, clicando diversas vezes sobre a informação "Versão Android" é apresentada uma imagem assustadora, a reprodução de uma tela de Jack Larson em que são exibidas caveiras zumbis usando celulares. Em primeiro plano aparece o boneco "Biscoito de Gengibre" em um conceito diabólico juntamente com o robô Android o seguindo, como se estivesse hipnotizado.



No site Reclame Aqui já são registrados protestos pela "surpresa" no sistema operacional. "O meu sentimento é o de que as empresas de telefonia e tecnologia nos vêem como zumbis alienados, sem vida. Para usuários como eu, que tem crença fundamentada na fé Cristã, isso é uma ofensa, que deixa um profundo sentimento de desrespeito e engano ao consumidor."

Representação

Os chamados easter eggs (ovos da páscoa em inglês) são brincadeiras e surpresas escondidas dentro de páginas da web, jogos e programas. Muitas pessoas passam anos utilizando um mesmo software e não chegam a descobrir algum recurso praticamente invisível.


De acordo o portal mundo desconhecido a imagem possui relações com magia negra, para controlar os usuários através do telefone.

Mundodesconocido|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>

Ponto Frio é obrigado a indenizar vendedora alvo de palavrão para cumprir metas

Notícias Gospel Ponto Frio é obrigado a indenizar vendedora alvo de palavrão para cumprir metas | Noticia Evangélica GospelA 6ª turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou o Ponto Frio a indenizar uma ex-vendedora com o equivalente a 40 salários que recebia na época em que era empregada – cerca de 100.000 reais.

No processo apresentado ao TST, a ex-funcionária afirma que sofria assédio moral de seu supervisor. Segundo ela, nas reuniões de cobrança de metas, o chefe recorria a palavrões, piadas depreciativas sobre mulheres e gestos obscenos.

Ainda segundo o TST, a mulher trabalhou na loja do Ponto Frio em Santa Felicidade (PR), entre junho de 2007 e abril de 2008. As reuniões de cobrança de metas começariam, segundo a reclamante, com o supervisor pomovendo um clima de "terror psicológico", expondo casos de fracasso de colegas demitidos por não cumprir as metas. Ainda segundo a reclamante, parte de seus colegas recorriam a remédios para suportar a pressão.
Sem procedência

Segundo o TST, em sua defesa, o Ponto Frio afirmou que “jamais existiu o alegado assédio moral”, e que o supervisor “jamais se dirigiu a ela” do modo narrado. Ainda segundo o TST, o Ponto Frio afirmou também que a vendedora “sempre foi tratada de forma profissional e absolutamente respeitosa”. Por fim, o Ponto Frio, segundo o TST, argumentou que a ação apresentada tinha finalidade “única e exclusivamente lucrativa.”

O processo foi apresentado, inicialmente, à 17ª Vara do Trabalho de Curitiba. Com base em depoimentos de testemunhas, o juiz determinou a indenização em 40 vezes o salário da mulher – cerca de 100.000 reais. Em um recursos apresentado ao Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Vara (PR), o Ponto Frio conseguiu reduzir o valor para 5.000 reais.

O Ponto Frio recorreu, ainda, ao TST para reduzir a indenização a 3.000 reais. O Tribunal, porém, não reconheceu os argumentos apresentados pela rede de varejo, e manteve a indenização inicial de 40 salários.

Fonte: Exame | Divulgação: Midia Gospel

Continue lendo >>

19 de set de 2012

Historiadora descobre papiro que documenta suposto casamento de Jesus

Uma historiadora dos primórdios do cristianismo da Universidade de Harvard anunciou ter identificado um pedaço de papiro do século IV no qual aparece uma frase nunca vista antes em nenhuma versão das Escrituras: "Jesus disse para eles. Minha esposa...".
O fragmento de papiro é menor do que um cartão de crédito, com oito linhas de um lado, escritas em tinta preta legível apenas com lentes de aumento. Logo abaixo da linha sobre a suposta mulher de Jesus, o papiro inclui uma outra frase provocativa que diz "ela será capaz de ser minha discípula".
A descoberta está sendo anunciada pela historiadora Karen L. King, autora de diversos livros sobre os Evangelhos e a primeira mulher a ocupar o mais prestigiado cargo da escola de Teologia de Harvard, a cadeira Hollis.
A origem do papiro é um mistério e seu proprietário pediu para permanecer anônimo. Porém, até hoje, a professora King mostrou o fragmento a apenas um pequeno e seleto grupo de especialistas em papiros e linguística copta. Eles concluíram que o fragmento é provavelmente autêntico. King disse estar ansiosa para mostrar o papiro a mais especialistas e discutir o achado.
A descoberta reabre a discussão sobre um suposto casamento de Jesus, e também se Maria Madalena seria a sua esposa. Outro ponto é se um dos discípulos era mulher. Essa discussão data do início do cristianismo e permanece relevantes hoje, quando o papel da mulher na religião e os limites dos casamento continuam em discussão.
A discussão é particularmente quente na Igreja Católica Romana, cuja doutrina veta o sacerdócio a mulheres e homens casados, num modelo baseado na vida de Jesus. A pesquisadora americana mostrou com exclusividade o papiro a jornalistas do "New York Times", do "Boston Glone" e da "Harvard Magazine".

  O Globo|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>

8 de set de 2012

Mulher tenta expulsar demônio de celular


 Maria Aparecida de Oliveira cismou que um demônio que fala inglês tinha se incorporado em seu celular e tentou exorcizá-lo gravando com o próprio aparelho um programa da Igreja Mundial do Poder de Deus.
A gravação acabou sendo postada no Youtube não se sabe por quem e dali tem se proliferado na internet na categoria de vídeos engraçados. 

O “demônio” que deixou Maria irritada é o programinha de GPS do celular que a sua proprietária deve ter acionado sem querer. "Quem sabe você [demônio] tome vergonha na cara e se converta ao Criador", diz ela.Na gravação Maria diz ser de Curitiba (PR)
.
 Quando o celular está em frente a um TV exibindo a novela Avenida Brasil, da Globo, o aparelho não emite som algum. Quando ela leva até outro quarto com a programação da Igreja Mundial ligada uma voz fala no celular.
 
A íntegra do vídeo tem apenas 6:40, mas ele coloca em evidência alguns aspectos da sociedade brasileira, como o resultado da falta de investimento do governo em educação, o impacto que as novas tecnologias podem causar em pessoas de baixa escolaridade e o fanatismo religioso.

Continue lendo >>

Bispo da Universal expulsa "encosto" de pastor Assembleiano

Um vídeo postado no Youtube por fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus mostra um suposto pastor da Assembleia de Deus possuído por demônios e alegando que procurou por Deus em lugares errados e só O encontrou na Universal.

O rosto do pastor não foi mostrado e nem mesmo o seu nome, mas o bispo da Universal que apresentava o programa identificou ele como teólogo e alguém que tinha mais de 15 diplomas de cursos profissionalizantes, incluindo cursos relacionados ao ensino Bíblico.
Em seu depoimento o suposto pastor disse que começou a ouvir vozes que lhe ensinaram a fazer bombas para explodir igrejas, já desistindo da fé em Deus ele teria aceitado escrever o que essas vozes lhe diziam e passou a pesquisar na internet como criar esses artefatos.

Além dos problemas espirituais, o ex-assembleiano também estava com problemas financeiros, não conseguindo emprego e morando de favor. O apresentador da Universal aproveitou então para falar de um livro de Edir Macedo que coloca em dúvida o estudo da teologia.

Depois da “sessão de descarrego” o homem volta ao normal e relata seus problemas, dizendo que antes trabalhava no Aeroporto de Campinas como segurança, tendo formação até mesmo como bombeiro.


Gospel Prime|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>