Páginas

24 de fev de 2012

VIAGENS TREVO TURISMO

A Trevo Turismo traz novos pacotes de viagens, como excursões para Paixão de Cristo em Nova Jerusalém- Pernambuco, excursões para cidade Garanhuns/PE e praia das dunas de Áreia/ Natal/RN. Confira:


       EXCURSÃO PARA O ESPETÁCULO DA PAIXÃO DE CRISTO EM NOVA JESUSÁLEM- PE. ( INGRESSO NÃO INCLUSO).
       DIA 01/ABRIL/2012.
       VALOR R$ 45,00.
       SAÍDA ÁS 07:00 HS.( ALMOÇO NO ALTO DO MOURA/OPCIONAL)
       RETORNO APÓS O ESPETÁCULO.
       MICRO ÔNIBUS, COM AR TV, SOM E SERVIÇO DE BORDO.
       LOCAL DE SAÍDA PRAÇA DO DERBY (AO LADO DO BANCO BRADESCO).

       EXCURSÃO PARA GARANHUNS/PE. COM VISITA NO SANTUÁRIO DE MÃE RAINHA, RELÓGIO DAS FLORES, PARQUE RUBER VAN DER LINDER, O CRISTO,CASTELO, IGREJA REDONDA E CASA DO CHOCOLATE. ( ALMOÇO NÃO INCLUSO- OPCIONAL)
        DIA 27/MAIO/2012.
       VALOR R$ 55,00.
       SAÍDA ÁS 05:00HS.
       RETORNO ÁS 17:00HS.
       ÔNIBUS COM AR,TV,SOM.BANHEIRO E SERVIÇO DE BORDO.
       LOCAL DE SAÍDA PRAÇA DO DERBY ( AO LADO DO BANCO BRADESCO).

       EXCURSÃO PARA PRAIA DAS DUNAS DE ÁREIAS, GENIPABU EM NATAL/RN.
       DIA 07/OUTUBRO/2012.
       VALOR R$ 65,00.
       SAÍDA ÁS 01:00HS
       RETORNO ÁS 16:00HS.
       ÔNIBUS COM AR,TV,SOM, BANHEIRO E SERVIÇO DE BORDO.
       LOCAL DE SAÍDA PRAÇA DO DERBY ( AO LADO DO BANCO BRADESCO).

NOVA JESUSÁLEM-PE    
GENIPABU-RN

GARANHUNS-PE




                               

Continue lendo >>

Padre Paulo Ricardo diz que evangélicos são otários por não rezarem a Maria

O padre Paulo Ricardo de Azevedo Junior vem causando polêmica por causa de uma afirmação de que os cristãos protestantes são otários e orgulhosos, por não rezarem a Maria e acreditarem em acesso direto a Deus.Paulo Ricardo aproveitou sua ministração para atacar os evangélicos.

Paulo Ricardo, pertencente ao clero da Arquidiocese de Cuiabá, fala em sua ministração sobre a virgem Maria, e enumera as virtudes de Mariacomo intercessora, o padre critica os protestantes por não aceitarem intermediários perante Deus. “O princípio protestante é um principio orgulhoso. Existe protestante humilde, mas não existe protestantismo humilde. O protestantismo é orgulhoso”, afirma o padre Paulo Ricardo.

Além disso, o padre Paulo Ricardo afirma que o catolicismo ensina a enxergar no próximo um intermediário de Deus: “A minha religião ela é humilde, ela me ensina a humildade, a minha religião me ensina a me inclinar na frente de um pecador, que é outro padre, que é o meu bispo, e beijar a mão daquele pecador, e acreditar que aquela mão é instrumento de santificação, e que pode ser sinal da mão chagada do ressuscitado”.

O ataque segue com a afirmação do padre Paulo Ricardo de que os protestantes são soberbos: “O principio protestante é orgulho é soberbo, o principio protestante é ‘eu não preciso o de ninguém eu vou pra Deus direto. E se Deus quer você use os outros, as criaturas humanas frágeis, o que você faz, otário?”

Ironizando a pregação evangélica, o padre Paulo Ricardo afirma que “Eles repetem que Jesus é o único mediador, babam, bufam”, causando gargalhadas entre os fiéis que acompanham a ministração

O Diário|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>

Professor Adventista, diz que Jesus foi crucificado sentado, nu e sem coroa de espinhos

“Acredito na hipótese de que Jesus tenha sido crucificado sentado, apoiado em uma madeira que existia na cruz abaixo de seu quadril, com as pernas dobradas para a direita, nu e sem a coroa de espinhos”, diz Rodrigo, que também é professor do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp).

Para Silva, essas conclusões são baseadas, principalmente, em pistas deixadas por textos bíblicos e na literatura romana. A real posição de Jesus na cruz tem sido cada vez mais questionada, por conta de obras escritas por especialistas em religião do Oriente Médio. Essas obras popularizam a discussão em torno dessa questão, que já é tratada no meio acadêmico há bastante tempo.

“Os últimos Dias de Jesus – a Evidência Arqueológica” (Ed. Landscape) é uma dessas obras, escrita pelo arqueólogo Shimon Gibson, da Universidade da Carolina do Norte . Ale argumenta que “para prolongar a agonia e o momento da morte, os romanos posicionavam a vítima em uma espécie de assento de madeira, ou suporte de forquilha, na metade inferior da cruz”.

O motivo para isso seria que, sem essa espécie de apoio, o corpo tombaria e assim uma morte por asfixia ocorreria rapidamente. O objetivo dos romanos era dar à vítima a possibilidade de respirar melhor e sofresse por mais tempo antes da morte.

“A pessoa morre mais lentamente por asfixia dolorosa, porque os músculos do diafragma vão parando de funcionar até que ela deixe de respirar”, explica John Dominic Crossan, professor de estudos bíblicos da Universidade DePaul.

Em seu livro “Em Busca de Jesus” (Ed. Paulinas) esse tipo de assento também é descrito. O historiador espanhol Joaquín Gon­zalez Echegaray, do Instituto Bíblico e Arqueológico de Jerusalém, em “Arqueología y Evangelios” (Ed. Verbo Divino), o descreve como um tipo de “conforto”, que tinha um objetivo cruel.


Fonte: Folha do Sertão

Continue lendo >>

6 de fev de 2012

Perdeu para os Bispos: Datena terá que pagar R$ 30 milhões a TV Record

José Luiz Datena perdeu o recurso que impediria a Record de entrar com o pedido de execução de seus bens. Em audiência que aconteceu nessa terça (31)Datena foi notificado a pagar R$ 30 milhões por quebra de contrato. Em 2003 Datena trocou a Record pela Band, que entrou com uma ação cobrando a multa referente ao descumprimento do contrato.

De acordo com José Diogo Bastos Neto, advogado de Datena, quando ele voltou à emissora do Bispo Edir Macedo em julho de 2011, o apresentador assinou uma confissão de dívida com a Record, que não seria cobrada caso ele cumprisse seu novo contrato até o fim.

Dois meses depois, no entanto, o Datena voltou a assinar com a Band. A justificativa da saída do apresentador da Record e a tese atual da defesa são que a emissora falhou em cumprir garantias estabelecidas no contrato “por uma série de fatores”, diz Bastos Neto, como censura e cerceamento de sua liberdade de expressão. “A cobrança é indevida. Datena deveria sanar a dívida caso tivesse saído injustificadamente da TV Record, o que não aconteceu”, diz o advogado, que espera a publicação oficial do resultado do julgamento para entrar com o recurso devido com Datena contra aRecord. “Aguardamos a publicação para analisar que caminho vamos percorrer. Se preciso, levaremos essa ação até o STJ (Supremo Tribunal de Justiça, órgão máximo do Poder Judicial brasileiro)”, declarou.


Vai e vem: O apresentador ficou apenas 43 dias na Record

A Record ainda não deu início ao processo em que pleitearia a multa contratual referente a rescisão de 2011 de Datena, que seria de aproximadamente R$ 20 milhões. “Nesse caso, nossa justificativa legal será a mesma”, explica Bastos Neto. Procurada pela reportagem, a Record, através de sua assessoria de imprensa, declarou que não comenta o assunto.
|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>

Rei Davi: Minisserie é patrocinada por Cerveja Itaipava

“Rei Davi”, a minissérie da Record que narra a história de um dos personagens bíblicos mais importantes é patrocinada pela Cerveja Itaipava. O valor da cota nacional de patrocínio, que chega a R$ 15 milhões, foi comprada pela marca de cerveja. O plano de mídia prevê 232 inserções da marca na minissérie “Rei Davi”, com chamadas e comerciais durante a exibição dos 29 capítulos previstos.   
No Twitter, diversos usuários comentaram o acerto entre a emissora do bispo Edir Macedo e a Cerveja Itaipava para “Rei Davi”,: “Locutor da Record: ‘Rei Davi! Oferecimento cerveja Itaipava, se beber não dirija’”, postou o usuário Samuel Vitor.

A exibição de “Rei Davi” vem rendendo boa audiência, vencendo a Globo e o SBT.

Edir Macedo, proprietário da emissora, já declarou durante um culto que bebia cerveja por ser uma questão pessoal: “Deus nos deu a fé para que a gente decida o que é melhor pra nós. Não tem nada a ver com religião. A religião proíbe beber cerveja, mas eu bebo cerveja quando eu estou com vontade. Eu bebo e acabou! E quem é que vai me dizer pra eu não beber?”. 

Continue lendo >>

Travesti constrange menina de 10 anos em banheiro feminino de pizzaria


Travesti há dois anos, o cartunista paulistano Laerte, de 60 anos, passou por uma saia justa ao utilizar obanheiro feminino de uma pizzaria na zona oeste de São Paulo. Uma cliente, com a filha de dez anos, que estava no local fez queixa ao dono da pizzaria, que pediu ao desenhista para usar o banheiro masculino. Indignado, Laerte deixou o lugar.


Dizendo-se indignado com a situação, o cartunista procurou a Secretaria de Estado da Justiça de São Paulo a fim de acionar a pizzaria. Segundo ele o fato de ter sido convidado a trocar de banheiro poderia ser lido como discriminação por orientação sexual, segundo o texto da lei estadual 10.948.

O objetivo de Laerte é garantir o direito de entrar no banheiro feminino dapizzaria por travestis como ele. "Minha meta é conseguir o entendimento sobre o direito que foi ferido e o compromisso de uma atitude positiva em relação a ele, nada de processos, indenizações ou de portas lacradas", afirma.

O cartunista, que se veste de mulher, adota por vezes o gênero feminino. No Twitter, por exemplo: comentou o episódio da pizzaria fazendo uso do gênero feminino. "Na pizzaria Real, no Sumaré, sou instada a não usar mais o banheiro feminino, a pedidos de uma freguesa. Não volto mais lá."

Mediante ação da Secretaria da Justiça, a pizzaria pode receber uma advertência ou uma penalidade, que varia de uma multa à cassação da licença para operar. Procurado, o sócio da pizzaria, Renato Cunha, se mostrou confuso com a repercussão do caso. "Eu me senti na obrigação de conversar com o Laerte, porque a cliente pediu muito, mas, no meu ponto de vista, ele não fez nada de errado ao usar o banheiro feminino. Ele me explicou que era cross-dresser, travesti, não sei, eu não entendo muito dessas coisas."

Veja|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>

Gays acusam dupla João Carreiro e Capataz de homofobia

João Carreiro e Capataz ao gravar a música ‘Bruto, Rústico e Sistemático’ não sabiam a polêmica que poderiam causar. Um trecho da música foi considerado peconceituoso entre o público gay e pode render processo a João Carreiro e Capataz.

O trecho considerado homofóbico da música de João Carreiro e Capataz é o seguinte: “Sistema que fui criado, ver dois homem abraçado, pra mim era confusão/Mulher com mulher beijando/Dois homens se acariciando, meu Deus que decepção/Mas nesse mundo moderno, não tem errado e nem certo, achar ruim é preconceito/Mas não fujo à minha essência, pra mim isso é indecência/Ninguém vai mudar meu jeito”.

Além do trecho acima, João Carreiro e Capataz haveriam gravado um trecho machista, que diz: “Por me faltar o respeito, na muié eu dei um jeito, corretivo do meu modo/No quarto deixei trancada, quinze dia aprisionada, e com ela não me incomodo”.

Na tarde desta sexta (04/02) a assessoria da dupla João Carreiro e Capataz emitiu um comunicado em que nega que João e Capataz sejam homoóbicos, e lamenta que haja “tanta vontade de causar polêmica com algo que é tão claramente inocente e óbvio”.

Confira nota da assessoria de imprensa de João Carreiro e Capataz:
"Saiu no Mix Brasil que a militância LGBT considera homofóbica a letra da música da dupla João Carreiro e Capataz, “Bruto, Rústico e Sistemático”. O assunto foi levantado ontem (2), pela ONG ABCDS*, de Santo André.
Quanto à questão só podemos lamentar tanta vontade de causar polêmica com algo que é tão claramente inocente e óbvio. A música retrata um personagem, um “caboclo” simples, como diria João Carreiro que é autor da canção assim como da maioria das músicas que canta, que não aceita e não entende as coisas que questiona na letra.
João Carreiro e Capataz não são homofóbicos, não querem ofender ninguem com suas canções. São só dois apaixonados por música sertaneja, suas histórias, seu palavriado e seus personagens e prova disso é que acabam de lançar um dos trabalhos mais magníficos do segmento, uma verdadeira obra de arte em homenagem à cultura caipira, o Lado A Lado B que deveria ser ouvido por todo aquele que admira as tradições da música sertaneja."

Rede Bom Dia|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>