Páginas

29 de jul de 2011

Crepúsculo transforma adolescentes em “vampiros”, diz estudo

Foto/Imagem DescriçãoImagem Estudos Biblicos

Se você é leitor assíduo da saga “Crepúsculo”, cuidado para acabar não se envolvendo demais com a trama e achar que virou um vampiro.

Segundo um estudo intitulado “Tornando-se um vampiro sem ser mordido”, algumas narrativas podem levar os pessoas a se tornarem parte do coletivo que está sendo descrito nos livros que estão lendo. A pesquisa foi publicada na revista especializada “Psychological Science”.
Para provar a tese, pesquisadoras da State University of New York, em Buffalo, dividiram 140 estudantes de 19 anos para lerem passagens de livros do bruxinho “Harry Potter” e da saga “Crepúsculo”.
Após a leitura, eles tiveram de responder com quais palavras se identificavam de uma lista com coisas associadas à magia, como “poção”, e às histórias de vampiros, como “sangue”.
Eles também tiveram de avaliar questões como “O quão afiados são seus dentes?” ou “Você acha que conseguiria mover um objeto apenas com o poder da mente?”, entre outros aspectos.
Os resultados apontam que os leitores de livros de Harry Potter tendem a se ver como bruxos, enquanto os que leram “Crepúsculo” associam eles mesmos a vampiros.
Para as pesquisadoras, esse tipo de assimilação da história ocorre por causa da necessidade que as pessoas têm de se sentir parte de um grupo, no caso o dos bruxinhos ou o dos vampiros.
Portanto, da próxima vez que for escolher um livro, preste atenção para não acabar se transformando em bruxo, vampiro ou coisa pior.
Fonte: Folha Online

Continue lendo >>

Malafaia afirma que grupos gays são os mais intolerantes da atualidade


 Como prometeu pelo Twitter, o pastor líder da Igreja Assembleia de Deus, Silas Malafaia, usou o espaço do programa que compra na Bandeirantes para agradecer aos ativistas gays pelo pedido para cassar o registro dele como psicólogo no Conselho Federal de Psicologia (CFP).

No programa o pastor diz que os ativistas LGBT provam que são intolerantes ao querer impedir que Malafaia atue como psicólogo – e continue tentando “curar” gays de sua homossexualidade, prática condenada pelo próprio CFP.

Usando da retórica que o transformou em um dos três líderes religiosos mais poderosos e influentes do Brasil, Malafaia inverte o jogo e diz que “os grupos mais intolerantes da pós-modernidade são os ativistas gays. Eles querem calar qualquer um que se levante para criticar a conduta homossexual”.

Inforgospel
  Fonte|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>

Ana Paula Valadão é suspeita de usar dinheiro público para gravar DVD


O MP (Ministério Público) suspeita que a cantora gospel Ana Paula Valadão, líder da Banda Diante do Trono, tenha usado dinheiro da prefeitura de Natal (RN) e do governo do Estado para gravar um DVD. 



A prefeitura pagou à cantora R$ 250 mil para apresentação da banda que ocorreu no dia 16 de julho em uma praia, mas o que teria havido na verdade foi uma gravação de DVD com “músicas ao vivo”, aproveitando a presença do público, estimado em 60 mil pessoas pela Polícia Militar.  Do governo do Estado, evangélica obteve R$ 40 mil, o que dá o total de R$ 290 mil

De acordo com o Diário Oficial do Município, a cantora firmou um convênio com a Fundação Osásis, que é subsidiada pelo município, para “proporcionar a divulgação turística da cidade de Natal” por intermédio da apresentação da banda. O convênio não prevê nenhuma gravação.

Durante a gravação, Ana Paula deu entrevista negando que o DVD fosse ter patrocínio da prefeitura. Mas admitiu ter “apoio logístico”. “O apoio da Prefeitura e do Governo é com a estrutura de segurança, banheiros, trânsito. Enfrentamos dificuldades em outras cidades para esse apoio. Aqui, não”, afirmou.

 O Ministério Público pediu à prefeitura esclarecimento sobre a destinação do dinheiro que, de acordo com o Diário Oficial, foi liberado para Ana Paula.


Paulopes|Pátio Gospel Noticias

Continue lendo >>